• Joana Câncio

No bra ou… adoro andar sem soutien: e agora posso.

Atualizado: Jun 9

Gosto mais do meu corpo agora e aprendi a não ligar aos preconceitos. Coloquei implantes, corrigi o meu peito e sinto-me feliz. Não tenho mais trabalho por isso, como me diziam, não tenho mais dinheiro nem status como me levaram a crer na minha adolescência. Tenho mais auto-estima. Mais amor próprio e sinto-me melhor.



Tenho recebido imensas mensagens nas últimas semanas de mulheres que querem sentir-se melhor com o seu peito. Não é segredo que tomei a decisão de corrigir o meu há 4 anos e que não podia estar mais feliz com o resultado. As perguntas são muito semelhantes: o que te levou a fazer a cirurgia? Dói? Vale a pena? O que mudou na tua vida?


Decidi escreve sobre este tema, porque realmente mudou imenso a minha vida. Mais do que colocar implantes e corrigir o meu peito, mudou a minha forma de estar na vida e comigo própria.

Há muito tempo que me sentia desconfortável e que queria fazer esta mudança, mas não tinha informação suficiente para a fazer. Tinha, até, preconceito em relação ao assunto, achava que quem colocava implantes era vaidosa ou queria ter mamas para mostrar. Descobri que não se tratava de mostrar ou da opinião alheia e , sim, do meu bem estar. Tinha o peito pequeno, desproporcional e depois de ter a minha primeira filha, ficou ainda mais pequeno e sem forma. Era uma parte do meu corpo que eu escondia… de mim própria! Sentia que gostava de mim, que aceitava o meu corpo tal como ele era: imperfeito e tão perfeito na sua funcionalidade! Nunca aderi à ideia de um corpo perfeito, sempre defendi o corpo real. Debati-me anos com a crueldade social em relação à imagem e ao que implantam na nossa mente com o objetivo de nos fazer sentir mal em relação a nós mesmas. Imperfeitas, insuficientes e sem valor. Sentia-me triste porque não tinha maturidade para compreender que somos tão mais do que isso!

Descobri um novo olhar sobre Implantologia e cirurgia corretiva. Um olhar real e empático sobre as mulheres e a aceitação do mundo incrível que cada uma de nós é. Uma realidade verdadeira sobre o que podemos mudar com consciência, atenta aos nossos objetivos e metas.


Para quem me pergunta tantas vezes (e eu adoro dar o meu feedback, porque é realmente transformador!), aqui fica o meu testemunho:


Gosto de um corpo feminino com peito. Para mim, o peito é essencial, tanto na estética como na sensação diária de bem estar próprio. Gosto da forma como a roupa assenta, como me olho no espelho e como agradeço todos os dias a minha forma e a minha saúde. Decidi avançar para a cirurgia porque me sentia triste com o resultado da minha primeira gravidez. Optei pelo programa Mommy Makeover da Clinica Dra Luísa Magalhães Ramos que tem como objetivo corrigir as partes do corpo que ficaram marcadas pela gravidez e pós parto. Apesar de achar que tenho barriga, pernas flácidas, braços rechonchudos e mais umas coisinhas, aceito muito bem as transformações e tenho cuidados alimentares que me permitem sentir bem comigo própria e aceitar quem sou fisicamente… mas o peito não conseguia… Esperei 4 anos depois de ter a Constança para perceber até que ponto conseguia aceitar, mas cheguei a uma decisão consciente de que queria mesmo ter mamas. Assim foi! Tive uma consulta com a Dra Luísa que fotografou o meu peito e colocou-o num programa incrível 3D, o Vectra 3D, onde vemos o nosso novo peito num ecrã. Escolhemos o tamanho, sempre proporcional à nossa estrutura, selecionámos o tipo de implante e onde seria colocado (no meu caso, atrás do músculo). Depois fiz todos os exames e fiz a cirurgia que é rapídissima! Fui para casa no mesmo dia. No meu caso foram 7 dias de recuperação, ao oitavo já conduzia e fazia a minha vida normal com os cuidados todos inerentes. Tive algumas dores nos primeiros dias, mas controlada com medicação. 1 mês depois comecei a usar os soutiens de desporto da Triumph (são incríveis e sexys) e hoje em dia são as minhas maminhas. Não sinto que sejam implantes, não pesam, são confortáveis e estão completamente adaptadas ao meu corpo.


A melhor parte é que não preciso de usar soutien na maioria das vezes e adoro. É uma sensação de liberdade incrível e faz-me sentir super feminina e sexy.

Gosto mais do meu corpo agora e aprendi a não ligar aos preconceitos. Coloquei implantes, corrigi o meu peito e sinto-me feliz. Não tenho mais trabalho por isso, como me diziam, não tenho mais dinheiro nem status como me levaram a crer na minha adolescência. Tenho mais auto-estima. Mais amor próprio e sinto-me melhor.


Para quem me pergunta se aconselho, eu pergunto: qual é o motivo que te leva a querer mudar? Se é auto-estima… claro!!


No bra. Forever. #statement


A T-shirt incrível é da Vanilla Vice

RECEBE OS MEUS EMAILS

© 2020 por All Good Things. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone Facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now